Hoje, cabe ao consumidor escolher qual conteúdo consumir.
A cada dia que passa ele lê mais, busca mais e estuda mais para contratar um serviço ou comprar um produto.
E isto é uma verdade, quantas vezes você pesquisou por um produto na Internet? Buscou informações, analisou fóruns, mídias sociais e site da marca antes de comprá-lo?

Você pode não ter percebido, mas em suas pesquisas na Internet, já esbarrou com o inbound marketing.

O inbound marketing, que traduzido para o português seria marketing de atração, tem por objetivo indicar sua empresa para o público que procura por aquilo que você oferece. Sua base é ouvir o que afeta a vida do consumidor e fazer com que ele busque vias para pesquisar e tomar sua decisão de compra.

Ele começa com o objetivo de atrair visitantes qualificados para o seu site/blog e termina com um cliente extremamente satisfeito que irá promover sua empresa de forma altamente positiva, gerando novos clientes. Sua estratégia é composta por quatro etapas principais: atração, conversão, fechamento e fidelização.

  • Atração: tem o objetivo de desenvolver uma série de conteúdos que podem servir de auxílio para pretendentes.
  • Conversão: aqui o cliente já está mais familiarizado com sua marca, disposto até a fornecer alguns dados pessoais em troca de um material mais completo e direcionado.
  • Fechamento: é a hora da venda propriamente dita, menos agressiva que o normal. Afinal, a essa altura você já tem um perfil do cliente e consegue atingi-lo com muito mais facilidade.
  • Fidelização: por usar as redes sociais, o e-mail marketing e tantas outras ferramentas de comunicação você mantém sua audiência aquecida.

E para que estas quatro etapas aconteçam há três itens essênciais:

  • Conteúdo – entregar o conteúdo certo, aquele que é relevante para o público alvo, com informações que ela deseja saber.
  • Tempo – entregar no tempo certo, de acordo com a fase de compra que o cliente se encontra
  • Lugar – entregar no lugar certo, nos meios que o cliente ideal costuma utilizar e pesquisar informações, como sites de pesquisas e mídias sociais.

Ao alinhar o conteúdo que você publica com os interesse do seu cliente, você atrai naturalmente visitas, e pode então converter vendas, fechar negócios e conquistar a fidelidade do cliente a longo prazo.

Pronto, este é o princípio para o inbound marketing. Mas lembre-se, os artigos em site e blog devem ser informativos, as postagens nas redes sociais bem chamativas e dinâmicas para garantir a atenção do leitor.

Uma estratégia de inbound marketing bem elaborada e executada pode ser a fórmula perfeita para promover um negócio com alto impacto e custo muito baixo.

Mas para conseguir produzir o conteúdo certo, no momento e no lugar certo é preciso conhecer e utilizar 5 princípios do inbound marketing. Falarei sobre ele em nosso próximo post. Até lá!

Autor: Edvaldo Mello